DOI:https://doi.org/10.3232/REB.2016.V3.N5.2245

Interiorización de la educación superior pública: puntos de atención, ajustes y autonomía universitaria

Hustana Maria Vargas

Resumen

Después de ocho años de ejecución del Programa de Ampliación de las universidades federales, podemos identificar varias posibilidades y dificultades en el proceso de interiorización. Este documento destaca los elementos clave de este proceso, como la oferta y la cobertura de vacantes, las tasas de conclusión resultantes y la calidad de la educación ofrecida, teniendo en cuenta la oferta dicotómica en la sede y en el interior. Tomamos el caso de la Universidad Federal Fluminense (UFF), una de las más interioriorizadas del país para discutir la efectividad de la autonomía universitaria a los desafíos del proceso, planteando preguntas para su continuidad.

Palabras clave

Interiorización; autonomía universitaria; universidades federales; Brasil
Vistas: 237
Descargas PDF (Português (Brasil)): 199

 

Referencias


ADUFF. (2012). Associação dos Docentes da Universidade Federal Fluminense. Recuperado de [http://www.aduff.org.br/boletim/2011a_05m_18d.html]. Consultado [04-01-2012].

ARRETCHE, M. T. S. (2012). Democracia, federalismo e centralização no Brasil. Rio de Janeiro: Editora FGV; Editora Fiocruz.

BARBOSA, M. L. O. (2015). Destinos, Escolhas e a Democratização do Ensino Superior. Política & Sociedade. vol 14, nº 31, set/dez. 2015.

BRASIL. (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Recuperado de [http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/ConstituicaoCompilado.htm]. Consultado [06-01-2012]

BRASIL. (2012) MEC. EXPANSÃO. Recuperado de [http://reuni.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=100&Itemid=81]. Consultado [04-03-2012].

BRASIL. (2014). Plano Nacional de Educação. Recuperado de [http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13005.htm]. Consultado [06-01-2016].

BRASIL. E-MEC. (2012). Recuperado de [http://emec.mec.gov.br/emec/consulta-cadastro/detalhamento/d96957f455f6405d14c6542552b0f6eb/NTcy]. Consultado [05-01- 2012].

CARDOSO, A. C. G. (2014). Do acesso à permanência: uma análise do caminho percorrido pelos estudantes na Universidade Federal Fluminense. Dissertação de mestrado, Universidade Federal Fluminense, Niterói, Rio de Janeiro.

CENTRO UNIVERSITÁRIO SÃO JOSÉ. (2016). Recuperado de [http://usj.edu.br/?page_id=5698]. Consultado[04-03-2016].

COSEAC. (2013). Recuperado de [http://www.coseac.uff.br/2012/estatisticas/estat02.htm]. Consultado [04-02-2013].

EDITAL UFPA. (2016). Recuperado de [http://www3.ceps.ufpa.br/daves/PS%202016/Edital%20PS_UFPA_2016_Final.pdf]. Consultado [07-03-2016].

FAORO, R. F. (2001). Os donos do poder: formação do patronato político brasileiro. São Paulo: Globo.

INEP. (2013). Sinopses estatísticas da educação superior. Recuperado de [http://portal.inep.gov.br/superior-censosuperior-sinopse]. Consultado [03-08-2013].

INEP. (2014). Sinopses estatísticas da educação superior. Recuperado de [http://portal.inep.gov.br/superior-censosuperior-sinopse]. Consultado [23-08-2014].

INEP/ENADE IES. (2012). Recuperado de [http://enadeies.inep.gov.br/enadeIes/enadeResultado/]. Consultado de [05-10-2014].

LEAL, V. N. (2012). Coronelismo, enxada e voto: o município e o regime representativo no Brasil. 4ª edição. São Paulo: Companhia das Letras.

LEDA, D. B.; RIBEIRO, C. V. S. (2015). O trabalho docente em uma universidade federal frente à interiorização da educação superior. Em: SOUSA, J. V. (Org.). Expansão e avaliação da educação superior brasileira: formatos, desafios e novas configurações. Belo Horizonte: Fino Traço/Faculdade de Educação da Universidade de Brasília.

MEC/INEP. (2014). Recuperado de [http://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/apresentacao/2014/coletiva_censo_superior_2013.pdf]. Consultado [14-09-2014].

MORAES, A. R. (2015). Curso Pré-vestibular popular do Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré - CEASM: desafios múltiplos na confluência de práticas curriculares. Dissertação de mestrado Universidade Federal Fluminense, Niterói, Rio de Janeiro.

NOVAES, D. R. (2014). Cotas na Engenharia da UFRJ: novos perfis ou mais do mesmo?. Dissertação de mestrado Universidade Federal Fluminense, Niterói, Rio de Janeiro.

OBSERVATÓRIO do PNE. (2016). Recuperaod de [http://www.observatoriodopne.org.br/metas-pne/12-ensino-superior/estrategias/12-3-fluxo/indicadores]. Consultado 23-06-2016].

PAULA, M. F. C. (2008). A Universidade Federal Fluminense no cenário do Estado do Rio de Janeiro. Florianópolis: Insular.

REUNI/MEC. (2010). Recuperado de [http://reuni.mec.gov.br/images/stories/pdf/apresentacoes/financiamento_ifes.pdf. consultado [20-08-2013].

SANTOS, M.; SILVEIRA, M. L. (2000). O ensino superior público e particular e o território brasileiro. Brasília: ABMES.

SEMINÁRIO 10 ANOS DE AÇÕES AFIRMATIVAS: conquistas e desafios. (2013). Recuperado de [http://flacso.org.br/files/2015/03/Relatorio-de-Temas.pdf]. Consultado [23-04- 2014].

SINTUFF. (2012). Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal Fluminense. Recuperado de [http://www.sintuff.org.br/#!vstc0=pub-revistas]. Consultado [25-01-2012].

SISTEMAS UFF. (2016). Recuperado de [https://sistemas.uff.br/transparencia/taxa_sucesso]. Consultado [23-06-2016].

UFF ENTRE AS IFES. (2013). Recuperado de [https://sites.google.com/site/pgiproplanuff/numeros/a-uff-entre-as-ifes]. Consultado [3-08-2013].

UFF. (2016). Recuperado de [https://uff.br]. Consultado [6-10-2015].

UFF. (2016). Universidade Federal Fluminense. Recuperado de [http://www.uff.br/?q=uff/institui%C3%A7%C3%A3o]. Consultado [03-03-2016].

UFF/REUNI. (2012). Recuperado de [http://www.uff.br/reuni/images/stories/arquivos/reuni/relatoriodegestao/relatorio-gestao-uff-2009.pdf]. Consultado [03-04-2012].

VARGAS, H. M. (2007). Interiorização do ensino superior: um debate à luz de Tocqueville. Boletim SOCED, vol. 4. p. x.

VARGAS, H. M. (2008). Represando e distribuindo distinção: a barragem do ensino superior. Tese de doutorado, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

VARGAS, H. M. (2012). Políticas de permanência na Universidade Federal Fluminense: um estudo na perspectiva das carreiras e da interiorização. Em: PAULA, M. de F. C. de; SILVA, M. das G. M. da. (org.). As políticas de democratização da educação superior nos estados do Rio de Janeiro e de Mato Grosso. 1ª ed. Cuiabá: EduUFMT, vol. 1. pp. 97-120.

VARGAS, H. M. (2014). REUNI na Universidade Federal Fluminense: aspectos da interiorização. Em: BARBOSA, M. L. de O. (org.). Ensino Superior: expansão e democratização. 1ª ed., Rio de Janeiro: 7Letras, vol. 1. pp. 289-314.

VARGAS, H. M. (2015). Expansão da Universidade Federal Fluminense: interiorização, cor e curso. Em: OLIVEIRA, I. de. (org.). Negritude e universidade: evideciando questões relacionadas ao ingresso e aos projetos curriculares. 1ª ed.Niterói: Alternativa, vol. 1. pp. 73-96.

VARGAS, H. M. (2015a). Cor e curso na interiorização de uma universidade federal. Cadernos do GEA, vol. 7. p. 42.





Con el mecenazgo de
Universia
Avda. de Cantabria, s/n - 28660, Boadilla del Monte
Madrid, España
EMail: info@sjss.universia.net