DOI:https://doi.org/10.3232/REB.2016.V3.N4.1831

¿Brasil está pasando por un proceso de desindustrialización?

Paula Esteban do V. Jardim, Fernanda Steiner Perin

Resumen

La discusión sobre si Brasil está pasando, o no, por un proceso de desindustrialización está presente en la agenda económica actual. El presente artículo tiene como objetivo profundizar el debate sobre el proceso de desindustrialización en Brasil, considerando que los indicios sobre el futuro de la estructura industrial brasileña apuntan a un escenario complejo y sin respuestas fáciles. De esa manera, inicialmente se analizan las causas del proceso de desindustrialización y sus impactos en el país. También son analizados datos e indicadores que contemplan las diferentes categorías industriales brasileñas a partir de la segunda mitad de la década de los 90 y se pone en evidencia que el país pasa por una desindustrialización precoz y no generalizada, aunque de carácter restrictivo para su desarrollo económico.

Palabras clave

Desindustrialización, economía industrial, desarrollo económico.
Vistas: 388
Descargas PDF: 441

 

Referencias


AREND, M. e FONSECA, P. C. (2012). Brasil (1955-2005): 25 anos de catching up, 25 anos de falling behind. Revista de Economia Política, 32 (1). pp. 33-54.

BARROS, O. e PEREIRA, R. (2008) Desmistificando a tese da desindustrialização: reestruturação da indústria brasileira em uma época de transformações globais Em: BARROS, O. e GIAMBIAGI, F. (orgs.). Brasil globalizado: o Brasil em um mundo surpreendente. Rio de Janeiro: Campus.

BELLUZO, L. G. (2015). As novas condições do desenvolvimento. Le Monde Diplomatique Brasil. Recuperado de [ http://www. diplomatique.org.br/artigo.php?id=1600].

BONELLI, R. e PESSOA, S. (2010) Desindustrialização no Brasil: um resumo da evidência. (Texto para Discussão, N. 7). Brasília: IBRE-FGV. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (2015). Recuperado de [http://www.mdic.gov.br]. Ministério do Trabalho e Emprego (2015). Recuperado de [http://www.mte.gov.br].

BRESSER-PEREIRA, L. C. e MARCONI, N. (2008) Existe doença holandesa no Brasil? Anais do IV Fórum de Economia de São Paulo. Recuperado de [http://www.bresserpereira.org. br/papers/2008/08.14.Existe.doen%C3%A7a.holandesa. comNelson.Marconi.5.4.08.pdf].

CANO, W. (2012a). A desindustrialização no Brasil. Texto para discussão n. 200. Instituto de Economia UNICAMP.

Cano, W. (2012b). Industrialização, desindustrialização e políticas de desenvolvimento. Revista FAAC, São Paulo: Bauru, 1(2). pp. 155 - 164.

CANO, W. (2014). (Des)Industrialização e (Sub) Desenvolvimento. [Mimeo] Texto apresentado no 2º Congresso Internacional do Centro Celso Furtado, Centro de Estudos do BNDES, Rio de Janeiro, 18 a 20 de ago de 2014.

CARVALHO, L. e KUPFER, D. (2011). Diversificação ou especialização: uma análise do processo de mudança estrutura da indústria brasileira. Revista de Economia Política, 31 (4). pp. 618 - 637.

COMIN, A. (2009). A desindustrialização truncada: perspectivas do desenvolvimento econômico brasileiro. Tese de Doutorado IE/Unicamp.

FEIJÓ, C. A., CARVALHO, P.G. e ALMEIDA, J. S. G. (2005). Ocorreu uma desindustrialização no Brasil? [Mimeo] Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial, São Paulo, SP. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2015). Recuperado de [http://www.ibge.gov.br].

Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial. O Dinamismo Exportador do Brasil e a Ameaça das Exportações Chinesas no Após Crise. (2015). Carta IEDI n. 590. Recuperado de [http://www.iedi.org.br/cartas/carta_iedi_n_590.html].

NASSIF, A. (2008). Há evidências de desindustrialização no Brasil? Revista de Economia Política, 28 (1). pp. 72 - 96.

OREIRO, J. e FEIJÓ, C. (2010) Desindustrialização: conceituação, causas, efeitos e o caso brasileiro. Revista de Economia Política, 30 (2). pp. 219 - 232.

PALMA, G. (2005) Quatro fontes de “desindustrialização” e um novo conceito de doença holandesa. Conferência de Industrialização, Desindustrialização e Desenvolvimento. Recuperado de [http://www.fiesp.com.br/publicacoes/pdf/ economia/jose_gabriel_palma.pdf]. ROWTHORN, R. e RAMASWANY, R (1999). Growth, Trade and Deindustrialization. IMF Staff Papers, 46 (1).

ROWTHORN, R. e WELLS, J. R. (1987) Deindustrialization and Foreign Trade. Cambridge: Cambridge University Press.

SAMPAIO, D. (2013). A desindustrialização em marcha no Brasil. Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política, São Paulo, ano 17, nº 34, fev 2013. pp. 33-56

SQUEFF, G. C, (2012). Desindustrialização em debate: aspectos teóricos e alguns fatos estilizados da economia brasileira. Radar IPEA Tecnologia, Produção e Comércio Exterior, 21, 7-19.

TORRES, R. e CAVALIERI, C. (2012). Uma crítica aos indicadores usuais de desindustrialização no Brasil. Anais do 40o do Encontro Nacional de Economia. Recuperado de [http:// www.anpec.org.br/encontro/2012/inscricao/files_I/i8- 5033012422c5212f0f02dcfa55176d7.pdf]. United Nations Conference on Trade and Development. UNCTADStat. Recuperado de [http://unctadstat.unctad.org].





Con el mecenazgo de
Universia
Avda. de Cantabria, s/n - 28660, Boadilla del Monte
Madrid, España
EMail: info@sjss.universia.net